Nota oficial dos Sindicatos e movimentos sociais contra as falsas acusações de racismo

Por: Sandro Silva (Assessoria de Imprensa Sindicato dos Condutores do Vale do Paraíba)
Publicação: 23/11/2017

Nesta quinta-feira (23/11), 26 entidades, entre sindicatos e movimentos sociais da região e do Estado de São Paulo, emitiram uma nota oficial de repúdio ao racismo e à criminalização dos que lutam em prol dos trabalhadores(as) e as minorias. A nota visa esclarecer a sociedade sobre as falsas acusações de racismo contra dois dirigentes sindicais de Jacareí(SP) após a sessão da Câmara Municipal da cidade ocorrida no dia 16/11. Leia a nota oficial abaixo na íntegra, e as entidades que a assinaram: 

Nota dos sindicatos contra o racismo e a criminalização dos movimentos sociais

“As acusações mentirosas de racismo contra dirigentes sindicais de Jacareí, no caso da sessão de Câmara do dia 16 de novembro, que rejeitou a proposta do feriado da Consciência Negra na cidade, são mais uma tentativa da direita de criminalizar os movimentos sociais.

O combate ao racismo é uma das bandeiras do movimento sindical e social de esquerda brasileiro. Em nossa atuação diária, lutamos por igualdade de direitos e pelo fim do preconceito e da discriminação.

Nesta batalha, defendemos, por exemplo, a adoção do feriado da Consciência Negra em todo país, como um dia para lutar, denunciar e combater a discriminação racial que marca fortemente a nossa sociedade.

Na tentativa de desmoralizar esta luta, a direita, liderada pelo PSDB e pela presidente da Câmara de Jacareí, a vereadora tucana Lucimar Ponciano, distorce vergonhosamente os fatos e lança acusações mentirosas contra dirigentes sindicais, que apenas repudiaram a rejeição ao projeto de lei. 

Não é à toa que todos os vereadores da direita votaram contra a proposta do feriado, inclusive com discursos que colocam os interesses econômicos do comércio da cidade acima do combate ao racismo. Lamentavelmente, a própria presidente da casa, que é negra, se posicionou contra votação do projeto de lei.

Reiteramos que não houve ato de racismo após a referida sessão. Diante das acusações, os sindicatos vão tomar as medidas legais cabíveis.

As gravações mostram apenas munícipes usando a expressão “vai para o poste”, em referência à campanha de denúncia com cartazes revelando a identidade dos vereadores que votaram contra o projeto, que representaria um avanço no combate ao racismo.

É lamentável que a vereadora esteja unida aos setores mais conservadores da sociedade, que sempre se mostram racistas e machistas, ao invés de unir-se àqueles que combatem as opressões.

De nossa parte, seguiremos na luta para que o Dia da Consciência Negra seja declarado feriado em todas as cidades do Vale do Paraíba. Não ao racismo!”

Assinam:
1) Sindicato dos Condutores do Vale do Paraíba
2) Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região
3) Sindicato dos Papeleiros de Jacareí e Região
4) Sindicato dos Trabalhadores da Contr. Civil de Jacareí e Região
5) Sindicato dos Trabalhadores da Alimentação de SJC, Jacareí e Região
6) Sindicato dos Servidores Públicos municipais de Jacareí 
7) Sindsaae de Jacareí
8) Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região
9) Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba e Região
10) Sindicato dos Servidores Públicos municipais de São José dos Campos
11) Sindicato dos Trabalhadores dos correios de São José dos Campos e Região
12) Sindicato dos Químicos de São José dos Campos e Região
13) Sindicato dos Petroleiros de São José dos Campos e Região
14) Sindicato dos Vidreiros de São José dos Campos e Região
15) Sindicato da Construção Civil de Taubaté
16) CNTTL / CUT (Confederação Nacional Dos Trabalhadores Em Transportes E Logística)
17) FESTTT / CUT (Federação Estadual Sindicato Trab. Transp. filiados CUT estado)
18) Admap (associação democrática dos aposentados e pensionistas do vale do paraíba)
19) CMP (Central de Movimentos Populares)
20) MST – vale do Paraíba
21) Luta Popular, acampamento Dirceu Travesso
22) Coletivo reviravolta na Educação / Oposição Alternativa APEOESP
23) Fórum de Lutas do Vale do Paraíba
24) CUT (Central Única dos Trabalhadores)
25) CSP-CONLUTAS (Central Sindical e Popular)
26) Movimento Mulheres em Luta

Compartilhar

Desenvolvedor Web - Relbert Ribeiro